Venda da Kombi Chica 😰

20190131_190630
Despedida nossa da Chica e novos donos. Cidade Penápolis, onde tudo começou.

 

Oi gente, dia de contar pra vocês sobre a venda da Chica, nossa Kombi querida, companheira de aventuras.

Antes de mais nada , quero dizer que vamos ser bem sinceros com vocês sobre essa importante decisão.

A Chica era nossa Kombi 98 que compramos de uma padaria de nossa cidade e transformamos em nossa casinha móvel.

Viajamos com a Chica pelo Brasil e Uruguai por quatro anos e sem dúvidas foi a melhor experiência de nossas vidas.

Dor de Cabeça

Como dissemos, precisamos ser honestos quanto ao motivo de venda da Chica.

Quando tivemos a idéia de adquirir uma Kombi para viajar, o objetivo era viver de uma forma mais livre sem intenção de hora e dia para voltar. Apenas ir e conhecer lugares. E também, economizar principalmente com estadia já que a Kombi seria nossa casinha.

No começo foi assim. Íamos parando nas cidades, trabalhando com artesanato  e sustentando todas viagens dessa forma.

Como toda casa a Chica necessitava de manutenção, até aí tudo bem, sabíamos de nossas obrigações com essa senhora e mesmo com esses inconvenientes ainda sim valia a pena nossa opção de vida.

O problema real começou quando resolvemos que era hora de mexer no motor dela, pois estava bem fraco, quase parando.

Demos o azar de “pegar ” um mecânico que tentou nos enganar com um péssimo serviço. Além disso ele conseguiu quebrar o câmbio da kombi e queimar toda parte elétrica dela.

Gastamos uma nota nessa brincadeira e o caso acabou em boletim de ocorrência (imagina o estresse). Daí em diante foi só dor de cabeça.

Descemos o litoral Sul do Brasil e logo chegando em Floripa mais imprevistos (hj penso que era tudo previsível).

Trabalhamos uns dois meses pra levantar grana. Nossa idéia era atravessar Uruguai, cruzar Argentina até o Chile e de lá íamos decidir nosso roteiro.

De Floripa até a fronteira com o Uruguai tivemos um milhão (sem brincadeira) de quebras e reparações na Chica. Tudo que se possa imaginar. Mas ainda sim seguimos em frente. O desejo de continuar  era maior que qualquer obstáculo. E assim chegamos na cidade do Chuí, última do Brasil antes  do Uruguai (pelo litoral).

Tudo que estou contando à vcs levou mais ou menos 1 ano de estresse . Foram muitas quebras, muitos rolos até o ponto de esgotamento.
Chegando no Uruguai (uhullllllll), finalmente o sonhos de sair do país e fazer mais história agora em solo estrangeiro.
Aí que está, quase não rolou, quer dizer, rolou mas não tudo.
Tocamos 80 km da fronteira do Brasil (Chuí) até Aguas Dulces (Litoral uruguaio) e (Booooommm), esse foi o som para a maior dor de cabeça de nossas vidas e tbm para Kombi parar de vez de andar.

Empurramos a Chica até o mecânico mais próximo e então veio a notícia, nosso câmbio já era. Sim, o mesmo câmbio que tivemos problema lá atrás com o mecânico que fez o motor da Chica.

À essa altura, eu (naty), já estava saturada de tudo e abri o maior berreiro. Chorei até secar.

E para piorar estávamos em véspera de feriado Uruguaio. Isso mesmo, um feriadão  de 10 dias que para o país. Da pra acreditar.

O próprio mecânico que nos atendeu na hora, estava saindo de viagem e só voltaria um dia desses.

A parte boa é que demos a sorte de parar numa cidadezinha muito charmosa e boa para nosso trabalho. O fato de ser feriado atraiu muitos turistas, então não havia o que fazer  respiramos fundo e moramos em Águas Dulces por 10 dias.

Pós feriado, agora sim, vamos resolver tudo. Só que não.

Pra começar nossa Kombi 98 era considerada nova no Uruguai, portanto não achamos nenhum mecânico que soubesse ou quisesse arrumá-la.

Tivemos que ser guinchados de volta ao Brasil, 80 km e uma facada, R$450,00 foi a valor gasto nessa brincadeira.

Já no Chuí, fronteira novamente, foram 3 dias para encontrar um mecânico que soubesse como resolver nosso problema.

Moramos no quintal da mecânica por mais 3 dias longos e estressantes. É lá veio a facada de novo, R$2000,00 sem choro, sem desconto.

A Grande Decisão

Assim que saímos do mecânico, Kombi arrumada, partimos novamente para o Uruguai. Porém, estávamos tristes, cansados, estressados e pobres. Uma boa parte da grana que tínhamos para toda viagem, havia ido embora e o medo de que algo acontecesse no caminho rumo ao Chile foi mais forte que desistimos da viagem.

Sim, mais uma vez foi a choradeira. Não queríamos voltar mas seria muita imprudência continuar.

Conhecemos todo litoral do Uruguai e subimos para o Brasil cortando pelo interior. Apesar de termos conhecido muitos lugares e ter dado tudo certo, o clima já não era mais dê satisfação. Então tomamos a grande decisão: tínhamos que vender a Chica.

Conseguimos voltar pra Sao Paulo interior sem que nada acontecesse. Foi uma viagem bem tensa, mas chegamos em Penápolis, a cidade de onde tudo começou.

Chegando lá e um amigo nosso (por acaso eletricista da Chica) estava querendo vender o carro dele e comprar uma Kombi. Foi o destino.

Ele sabia dos perrécos que tínhamos passado e por levar a vantagem de entender de mecânica e elétrica foi perfeito para troca.

Ficamos com o carro dele e ele com nossa amada Kombi. Ficamos bem felizes que o novo dono da Chica fosse um amigo e que iriaa cuidar dela tão bem como nos cuidamos.

É claro que muitos vão dizer que fomos doidos de vender a Chica, mas chegamos a conclusão que  econômicamente analisando  estávamos gastando muito .

Trabalhávamos apenas para pagar os concertos da Kombi e gasolina (ela bebia horrores). Não chegávamos mais nos lugares e conseguíamos curtir. O sonho tornou-se um pesadelo. A idéia era viajar e economizar, porém nao era o que estava acontecendo. Então fizemos o que achamos melhor. Vendemos a Chica.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s